VISITA DE ESTADO DO PRESIDENTE DA UCRÂNIA

Presidente Dilma Rousseff celebra 120 anos da imigração ucraniana para o Brasil

Em almoço oferecido no último dia 25 de outubro ao presidente da Ucrânia, Viktor Yanukovych, no Palácio Itamaraty, a presidente Dilma Rousseff destacou a cooperação bilateral, sobretudo na área espacial. E reiterou o interesse do governo federal em enviar estudantes brasileiros a universidades ucranianas, especialmente no campo das engenharias e ciências exatas, por meio do programa Ciência sem Fronteiras.

Dilma Rousseff afirmou que ―recebe com alegria um amigo do Brasil‖, e lembrou os quase 500 mil descendentes de imigrantes ucranianos ―que aqui encontraram uma nova pátria e ajudam com determinação a construir o país‖. O Brasil abriga a terceira maior comunidade de ucranianos no mundo. ―Eu, como filha de imigrante búlgaro, sei bem o valor dessas contribuições étnicas e culturais para a formação de nossa nacionalidade‖, disse.

Outro aspecto evidenciado por ela foi o crescente potencial do comércio bilateral ―ainda nos anos que antecederam a crise financeira‖. Atualmente, as trocas comerciais entre os dois países são quatro vezes maiores do que em 2003.

―Em breve, superaremos os níveis recordes de 2008‖, complementou.

Ao se despedir, Dilma Rousseff disse que torce para que a seleção de futebol da Ucrânia se classifique para a Copa do Mundo de 2014 e frisou estar certa de que atletas e torcedores ucranianos serão recebidos de braços abertos nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro de 2016.

―Senhor presidente, sua visita é um grande passo para aprofundar uma relação que valorizamos muito e que servirá de catalisador para impulsionar a partir de agora, cada vez mais, nossa aliança e nossa parceria estratégica. No seu retorno a Kyiv, peço que leve a mensagem de amizade, carinho e respeito do povo brasileiro pelo povo ucraniano.

Continue lendo «O Lavrador» de Novembro-2011

7 de novembro de 2011 às 0:12 Editar

Anúncios