» Ucrânia: uma cronologia

AGOSTO 2001

  • A Ucrânia celebra os 10 anos de sua independência.

JUNHO 2001

  • O papa João Paulo II faz sua primeira visita ao país, provocando protestos de membros da igreja ortodoxa ucraniana e russa contrários à visita.

ABRIL 2001

  • O parlamento ucraniano aprova um voto de desconfiança contra o governo. Antes, os parlamentares já haviam demonstrado seu descontentamento com o programa de reformas econômicas do primeiro-ministro Viktor Yushchenko. O premiê aceita o voto de desconfiança, mas diz que iria continuar na política.

FEVEREIRO 2001

  • Jornalista Georgiy Gogadze

    A União Européia solicita a abertura de um inquérito para investigar o assassinato do jornalista Georgiy Gogadze. Ativistas de oposição acusam o presidente Leonid Kuchma de envolvimento na morte do jornalista e pedem seu afastamento do poder. Kuchma nega as alegações.

2000

  • A usina nuclear de Chernobyl é fechada, 14 anos depois do acidente. Mais de 10 mil pessoas morreram como resultado direto da radiação liberada na explosão da usina. Outras milhões de pessoas tiveram a saúde prejudicada pela radioatividade.

1999

  • O presidente Leonid Kuchma é reeleito.

1998

  • Os comunistas emergem como a principal força isolada no parlamento, depois de eleições realizadas no país. A maior parte dos deputados, porém, é independente. A moeda ucraniana sofre uma desvalorização, em conseqüência da crise econômica na Rússia.

1997

  • A Ucrânia assina um tratado de amizade com a Rússia. Os dois países também alcançam um acordo no tocante à frota naval do Mar Negro.

1996

  • Entra em vigor uma nova constituição e uma nova moeda, o Hryvna.

1994

  • Eleições presidenciais. Leonid Kravchuk é substituído por Leonid Kuchma.

1991

  • A Ucrânia declara independência, depois de uma tentativa de golpe fracassada em Moscou. 90% da população vota pela independência, em plebiscito realizado em dezembro.

1990

  • Protestos estudantis e greves de fome levam à queda do governo de Vitaiy Masol.

1988

  • Escritores de renome e intelectuais se unem criando o Movimento Popular Ucraniano pela Reestruturação (Rukh).

1986

  • Chernobyl

    Um reator da usina nuclear de Chernobyl explode, lançando uma nuvem de radioatividade nos céus da Europa.

Anos 60

  • Apesar de ilegal, a oposição ao regime soviético no país aumenta, levando à repressão de dissidentes em 1972.

1954

  • Chega ao fim a resistência armada contra o governo soviético, com a derrota do Exército Rebelde Ucraniano.

1945

  • A vitória dos aliados na Segunda Guerra Mundial leva a União Soviética a anexar o oeste do território ucraniano.

1941

  • A Ucrânia é devastada durante a ocupação nazista, que começa neste ano e se estende até 1944. Mais de cinco milhões de ucranianos morrem lutando contra os alemães. A maioria dos judeus do país é exterminada.

1937

  • Stalin lança uma ofensiva contra os intelectuais ucranianos, ordenando deportações e execuções em massa.

1932

  • Aproximadamente sete milhões de camponeses morrem de fome durante o processo de coletivização das fazendas no país, determinado por Stalin.

1921

  • Criada a República Socialista Soviética da Ucrânia.

1918

  • A Ucrânia declara independência. Estabelece-se a República Popular Ucraniana.

1917

  • Criado um conselho central (Rada) de governo em Kiev, depois do colapso do império russo.
Anúncios