» Xaxim Jangada, SC

Paróquia da Dormição da Santa Mãe de Deus
Xaxim Jangada – SC

Pároco: Arcipreste Pedro Blachechen
Endereço: CEP (…) – PORTO UNIÃO – SC
Telefone: (42) 524-3013

Síntese Histórica da Comunidade:

Por: Alda Paolyck Walek,
em setembro de 2004

Nos anos de 1903, 1908 e 1912, chegavam da Europa as famílias de Jacob Bulek, Felimon Paulek, Honofre Horodeski, João Greskin, Miguel Jacoski, Gregório Lotviski, Paulo Tuchlinovitch, Simão Sandak, Nikefor Stacheira, Estefano Stechechen, Antônio Nedochetko e as famílias Tchaicoski, Zubak, Ilnatiuk, Paolhuk, Ihrenhuk, entre outras.

Em 1917 compraram do sr. Felipe Hostin o terreno para a construção futura Igreja, pagando-o em prestações. Em 1920, terminaram de pagar o terreno. Neste ano foi construído o cemitério e iniciada a construção da Igreja Ortodoxa da Dormição da Mãe de Deus que foi concluída e inaugurada somente em 1928.

A madeira para a construção da Igreja foi toda doada pela própria Comunidade. Vale destacar que, na época, esta madeira foi serrada e desdobrada por Gregório Estefano, Romão Paulek e Basílio Sandak. A construção foi feita em mutirão. A Divina Liturgia (Santa Missa) era então celebrada na residência do Sr. Felimon Paulek cujos filhos, músicos, animavam domingueiras e bailes para assim arrecadar recursos para a continuidade das obras da Igreja e pagamento do terreno.
O Sacerdote vinha de Porto União de trem e, na Estação, alguém da Comunidade o encontrava e o conduzia, montados sobre cavalos, à Nova Galícia.
Mais tarde, um sacerdote passou a residir no pavilhão construído pela Comunidade e que também era usado para as festas e apresentações de teatro. Depois que o sacerdote transferiu-se de lá, este salão, emprestado para a Prefeitura Municipal, serviu como a primeira escola da região.

O primeiro sacerdote foi Pe. Leonid Struk, sendo sucedido por Nicolau Dhombra que, por sua vez, foi sucedido por Pe. Valdomiro Spak.

O lugar era antes conhecido como “Serra Vermelha” passando depois a ser denominado de Invernada e, atualmente, Xaxim Jangada.

%d blogueiros gostam disto: